segunda-feira, 9 de novembro de 2009

'Tô' quase acertando

Estou chegando cada dia mais perto do ângulo real desta bela fotografia de Ilhéus, de 1960. Dá para comparar o crescimento da cidade, principalmente na zona sul após, quase cinco décadas após.
É uma pena que não possamos identificar o autor desta bela paisagem. Arrisco a sugerir o nome de Zezito Mendonça, autor de algumas fotografias aéreas daquela época. Não sei também quem possui a foto original, para fazer a referência devida.
Tenho certeza que ainda temos muita gente com fotos guardadas a sete chaves.
Dedico esta foto a um leitor anônimo que escreveu no site do 'brimo' Rabat, me esculhambando pelo artigo anterior. É uma pena que ele (o leitor) não tenha coragem de assumir o diz pensa e diz.

6 comentários:

Luciano Gusmão disse...

Na foto antiga, o ponto de vista aparenta ser mais baixo, mais próximo à costa e o aspecto visual leva-me a crer que foi usada uma objetiva normal para o formato 6x4,5cm (75mm). Se tomarmos como referência a Av. Bahia e uma linha de voo transversal, no sentido oceano-continente, o clique deve ser feito pouco depois de se passar pela extinta enseada das trincheiras, enxergando-se a Av. Soares lopes "de costas".
De qq forma, parabéns pelos registros e pelas denúncias de maus tratos ao meio ambiente dessa cidade.

Atenciosamente,

Luciano Gusmão

Luis disse...

PREZADO NAZAL

CASO VC QUEIRA,EU TENHO UMA OBJETIVA DESSA NO DEPOSITO

Jorge disse...

Luiz,
Vc deve está se referindo ao depósito do nosso Barriga Bruta, na verdade muita gente duvida desse depósito mas posso assegurar a todos que esse depósito tem coisas do arco da velha.
Jorge

Cláudia disse...

Tio Zé,

feliz pelos registros do tempo na nossa cidade. Feliz, também, pelas denúncias de atentados ao meio ambiente. Se há algo que está para além de questões políticas é a saúde ambiental de nossa terra.

abraço madrugador e saudoso

Claudia disse...

Muito interessante a comparação...
Muitas coisas mudaram na nossa cidade, de fato... sempre ouço minha mãe falar que a praia era na porta da casa dela (Av Soares Lopes, Casa de Anizio Matos da Hora), eu só não imaginava que era tanto...
Mudanças, algumas para melhor, outras nem tanto....

Parabéns pela postagem!!

Abraços, Claudia Hora
cdho2@hotmail.com

Anônimo disse...

Grande Nazal! Sou paulistano, ex-morador de Ilhéus. Posso dizer que tb sou ex-feliz, já que tive de sair do paraíso e voltar para São Paulo. Apertou de saudades meu coração ver essas fotos. Tive uma ótima adolescência aí...

Fascinante essa foto de 1960! Parabéns por manter essa memória! Essa foto me lembrou as antigas fotos da Av. Paulista, aqui de SP, qdo esta era uma via simples, com casarões dos dois lados.

Parabéns pelo blog e principalmente pelas fotos!!!