segunda-feira, 21 de abril de 2008

A saída do Porto

O local de saída do Porto Sul, onde será construída a ponte, fica próximo à final da poligonal indicada no decreto de declaração de área de Utilidade Pública para fins de desapropriação. Está exatamente na faixa de terra próxima à Ponta da Tulha.
Um dos proprietários da área é a APPI. É uma faixa litorânea com poucas edificações e muitos coqueiros.
Ironia do destino: a Associação é comandada pelo Partido dos Trabalhadores, que defendeu em Nota Pública a implantação do projeto.
Aos professores resta lutar para que a indenização seja justa. O perigo é que a outorga da concessão portuária cabe a União e o SPU costuma pagar barato as desapropriações.





2 comentários:

Anônimo disse...

Catuca, se você sabe que tem terreno da APPI, sabe também de quem é o terreno da invasão.
De quem é?

Catucadas disse...

Se for a invasão do loteamento Luzimares, sei sim. Chama-se Plínio. Sinceramente não me recordo o nome completo. Se for outra, por favor, indique o local.
A propósito, dei muita risada com o 'Catuca'.
Às ordens.